| 4 de outubro de 2018

Nem só de influenciadores humanos vivem as redes sociais.


Se você acha que criar um perfil no Instagram para o seu bicho de estimação é bobagem, é bom repensar um pouco. Isso porque certas contas recheadas de fotos fofinhas de cachorros estão fazendo uma grana preta com postagens que mostram algum produto ou marca.

Loni Edwards, criadora da The Dog Agency, diz: "Temos clientes que ganham US$ 200 (R$ 730) por postagem e temos clientes que fazem US$ 20 mil (R$ 73 mil) por publicação". Sua empresa, uma agência virtual de talentos caninos na internet, possui um portfólio que conta com uma grande diversidade de perfis de cães no Instagram. Ela explica que a empresa é bastante seletiva em relação a quais marcas serão relacionadas aos clientes.

       

 

 

 

http://www.thedogagency.com/

Caninos tupiniquins

No Brasil, esse mercado ainda é muito limitado e ainda não temos um desenvolvimento considerável no que diz respeito à publicidade com animais na internet. Mas, animais famosos já fazem sucesso na internet e mostram como essa área da propaganda pode ser promissora. Um deles é o Paçoca, o lulu da Pomerânia do apresentador Celso Zucatelli, e a Estopinha, a cadelinha que acompanha o Dr. Pet em seus programas na TV.

Vamos torcer para essa prática se tornar cada vez mais conhecida e desejada pelas marcas. E, quem sabe, até você pode ficar rico com a beleza e a fofura do seu bichinho. Afinal, sonhar não custa nada.

Fonte: Tecmundo https://bit.ly/2DlT79k , por Rafael Farinaccio.